Orgulho de Ser LGBTQIA+

Uma celebração do passado, presente e futuro da comunidade LGBTQIA+

Um monumento vivo aos 50 anos do Orgulho LGBTQIA+

Um monumento vivo aos 50 anos do Orgulho LGBTQIA+

Com o apoio do Google.org, o Centro Comunitário LGBT de Nova York investiu na preservação da história LGBTQIA+ para as gerações futuras. Com esse objetivo, a entidade transformou o Monumento Nacional de Stonewall, na cidade de Nova York, em uma experiência digital que pode ser acessada por qualquer pessoa no mundo inteiro.

O Stonewall Forever é o resultado do trabalho do Centro Comunitário LGBT. O projeto é um monumento vivo em homenagem ao Orgulho LGBTQIA+ que leva a diversidade das vozes da era de Stonewall às milhões de pessoas que fazem parte da comunidade LGBTQIA+ nos dias de hoje. O monumento exibe artefatos históricos digitalizados e histórias orais que retratam o início do movimento. Há também um documentário de curta-metragem de Ro Haber que destaca histórias inéditas da comunidade LGBTQIA+, assim como fotos e mensagens de pessoas do mundo todo.

Acesse o Stonewall Forever on-line e adicione seu próprio relato ao monumento digital para fazer parte da história viva da comunidade LGBTQIA+. Se você estiver no Christopher Park, em Nova York, veja o monumento ao vivo com um app de realidade aumentada (RA), que também pode ser usado em qualquer outro lugar do mundo para uma visita virtual.

Adicione sua história ao monumento

O início do Orgulho LGBTQIA+

Em 28 de junho de 1969, o Stonewall Inn foi invadido pela polícia da cidade de Nova York, cena comum para quem frequentava bares da comunidade LGBTQIA+ na época.1 Porém, naquela noite, em vez de ceder, um grupo de pessoas corajosas resolveu enfrentar a força policial. Foram cinco noites de protestos pelos direitos LGBTQIA+, que deram início aos 50 anos de movimento do Orgulho LGBT.

Depois desse episódio, organizações de direitos LGBTQIA+ começaram a surgir nos EUA e no mundo inteiro. Nos dias 27 e 28 de junho de 1970, relembrando o incidente no Stonewall, as primeiras paradas do Orgulho LGBT aconteceram em Nova York, Los Angeles, São Francisco e Chicago.2

Para celebrar a história do movimento, o Google está lançando o Orgulho De Ser, uma campanha que tem como principal objetivo contar a história LGBTQIA+ com nossos usuários. Os últimos 50 anos do movimento pelos direitos LGBTQIA+ foram marcados por muitos sucessos, mas também alguns tropeços - e ainda há um longo caminho pela frente. Mas o legado de Stonewall continua vivo em todas as reivindicações, todas as lutas, todas as vitórias e todas as marchas do movimento.

Hoje, as paradas do Orgulho LGBT acontecem em 174 cidades de 46 países,3 mantendo vivo o legado dos fundadores do movimento há 50 anos. Neste ano, Googlers de 51 locais do mundo todo participarão de paradas do Orgulho LGBT para celebrar o passado, o presente e o futuro da igualdade LGBTQIA+.

A situação do Orgulho LGBTQIA+

Casamento homossexual

Legal em 28 países
Ilegal em 167 países4

Mudança de gênero no registro civil

Legal em 90 países
Ilegal em 20 países5

Proteção contra a discriminação de pessoas LGBTQIA+

Legislação em 52 países
Nenhuma proteção em 143 países6

Serviço militar para pessoas abertamente LGBTQIA+

Legal em 175 países
Ilegal em 20 países5

Criação de ONGs LGBTQIA+

Legal em 168 países
Ilegal em 25 países7

Constituições que protegem as minorias sexuais

Garantia explícita de tratamento igual em 5 países
Sem garantias em 188 países8

50 anos da história LGBTQIA+

50 anos da história LGBTQIA+